Seprev

Você está no Portal Institucional

Prêmios, Certificações e Avaliações

PRÓ-GESTÃO RPPS

O SEPREV renovou, em 2022, o certificado Nível II do Pró-Gestão RPPS, o Programa de Certificação Institucional e Modernização da Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios. 
A renovação da certificação foi realizada pela Fundação Vanzolini, credenciada pela Secretaria de Previdência (SPREV), e tem validade de três anos. Os requisitos levados em consideração focam em três pilares: Controles Internos, Governança Corporativa e Educação Previdenciária. O processo de avaliação se baseia em um conjunto de ações pré-determinadas para cada nível, que devem ter sua aplicação demonstrada junto à entidade certificadora.
O intuito do Pró-Gestão RPPS é reconhecer e estimular a implementação de boas práticas de gestão previdenciária. Assim, proporciona-se maior controle de seus ativos e passivos e confere-se mais transparência no relacionamento dos RPPS com os segurados e a sociedade.

ANEPREM - Prêmio Boas Práticas de Gestão Previdenciária

Na 11ª edição do Prêmio de Boas Práticas de Gestão Previdenciária (2020), promovido pela ANEPREM - Associação Nacional de Entidades de Previdência de Estados e Municípios, o SEPREV conquistou o 6º lugar na categoria Instituição de Grande Porte, modalidade Governança.
A premiação aconteceu no dia 23 de novembro de 2020, no 19º Congresso Nacional de Previdência da ANEPREM, no Rio de Janeiro.

O Prêmio ANEPREM tem como objetivo reconhecer e premiar as Unidades Gestoras de RPPS que mais desenvolveram boas práticas de gestão e se baseia em princípios como transparência, equidade, ética, responsabilidade corporativa e social.

Histórico de premiação do SEPREV:
11ª edição (2020) - 6º lugar
10ª edição - 2º lugar
9ª edição - 7º lugar
8ª edição  - 3º lugar
7ª edição - 1º lugar
6ª edição - 3º lugar 

ISP - INDICADOR DE SITUAÇÃO PREVIDENCIÁRIA

O Indicador de Situação Previdenciária foi instituído pela Secretaria de Previdência Social (SPREV) do Ministério da Economia, recentemente reformulado pela Portaria nº 14.762/2020, e avalia as seguintes dimensões: gestão e transparência, situação financeira e situação atuarial dos Regimes Próprios de Previdência Social. A classificação do ISP RPPS é mensurada mediante informações transmitidas à SPREV por intermédio do CADPREV, que é o sistema de informações dos regimes públicos de previdência social, com dados de vários demonstrativos e relatórios, como: DRAA - Demonstrativo de Resultado da Avaliação Atuarial, DPIN - Demonstrativo da Política de Investimentos, DIPR - Demonstrativo de Informações Previdenciárias, entre outros.
Entre os 2.152 RPPSs existentes, 15 obtiveram a classificação máxima no indicador, recebendo a nota ‘A’. No Estado de São Paulo, somente três receberam a mesma qualificação, sendo o SEPREV um dos classificados. Vale lembrar que em 2020 a autarquia recebeu a mesma nota.


IEG-PREV

O Índice de Efetividade da Gestão Previdenciária Municipal (IEG-Prev) foi criado em 2018 pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCESP) e avalia a situação dos RPPSs em diversas áreas, dando ênfase à situação atuarial e à administração dos investimentos. Dos 219 municípios paulistas que participaram do IEG-Prev (ano base 2020), apenas quatro foram classificados e receberam a nota ‘A’, sendo a cidade de Indaiatuba uma delas. 

Clique para fazer o download:

Publicado em: 15/04/2021 10h41 - Atualizado em: 09/05/2022 13h51